Aviso / Instituições

Aviso / Instituições

Temos denunciado as irregularidades na prática do Rappel desde 1997 ncluindo ao Turismo de Aventurea em 2004  através de imagens que disponibilizamos aos seus representantes em reuniões realizadas no estado do Rio de Janeiro sobre os acidentes e deixando bem claro sobre a formação dos possíveis condutores.

Os profissionais de algumas instituições como BOPE, CORE, CORPO DE BOMBEIRO, ACADEPOL, GAM, PARA SAR e outros, achamos a norma 15285 brando e fraca, pois não encontramos formação técnica e segura para o turista.

As atividades em altura onde são aplicadas a técnica em corda conhecida como rappel é velha conhecida para nós, e uma novidade para os jovens no Brasil, pois atuamos nesta área desde 1971

Enquanto pessoas se aventuram em projetos radicais o estado tem um grupo especializado preparado para atuar 24 horas em caso de acidentes em locais hostis.

Afastamento / Turismo de Aventura

Coordenador do Rapel Radical se afastou das reuniões no Turismo de Aventura temporariamente em razão de seus procedimentos e conceitos estarem sendo conduzidos de maneira completamente diferente aos nossos padrões de qualidade e segurança.

Denunciamos a Coordenadora do Turismo de Aventura e ao INMETRO (responsável pelo programa de Avaliação da Conformidade de Turismo de Aventura) em reunião no dia 12/02/2007 com outros profissionais de instituições públicas a respeito da norma 15285 e suas irregularidades que encontramos e projetos que estavam em consultoria pública além de protocolar um documento denunciando a ABNT sobre o fato.

Infelizmente não tivemos respostas sobre nossa denúncia e para nós os acidentes não são novidades em virtude da falta de profissionalismo.